Homenagem a um grande profissional
Webmaster corcel negro.®
 

Geralmente no final do ano tendemos a fazer um balanço, melhor dizendo, uma introspectiva de tudo que vivemos e sentimos de positivo durante o ano, como um final de ciclo e recomeço de outro. 

Existem aquelas pessoas que se sobressaíram, aquelas que passaram em brancas nuvens e é lamentável se quando teve um destaque em tempos anteriores e dessa vez não conseguiram acompanhar o ritmo, ou mesmo acertar. Mas para felicidade de outros, existem também aqueles que se mantém, não digo no topo, mas no lugar que lhe é devido por merecimento, pela dignidade e característica pessoal marcante. 

Poderia falar de inúmeras pessoas, acontecimentos que foram pauta na net e fora dela, mas vou homenagear um grande profissional, não simplesmente por trabalhos apresentados, mas o homem que fez com que o lado trabalho, fosse respeitado pelas características simples e forte do ser humano.

Tenho o privilegio de conhecer e conviver com o amigo e profissional Alexandre, vulgo corcel negro para a net quando assina seus trabalhos, talvez alguns de vocês não o conheçam e por esse motivo o prazer será maior em falar sobre, como se o apresentasse. 

Tenho acompanhado lutas e sido testemunha das vitórias; também as tristezas, claro,  e dividido um pouco as alegrias. Presenciado suas perdas, mas também os inúmeros ganhos, enfim, um ser humano que vai atrás, que busca e por nunca se permitir ‘ser’ aquele que já chegou ao limiar do que gosta, vai à luta de encontro do novo para aprender sempre mais um pouco. Um misto de estou aqui para aprender, mas também para mostrar que posso me doar,  dando o melhor de mim dentro de cada trabalho proposto e aceito,  e como um desafio conseguir se superar ao trabalho anterior. 

Ah, esse fenômeno não tem defeitos? Não disse isso. (Nossa! Um monte.)

Esse cara é uma das pessoas mais doces e de coração gigante, mas também teimoso como a assinatura dele mesmo diz, um verdadeiro bravo corcel negro. Eu facilmente o perguntaria:

Quantas pessoas você ajudou, quantas consolou, quantas você abraçou nessa net que muitos julgam sem cheiro e sem sentimentos? Quantas você ensinou seu oficio, sua profissão, dando a chance de também trabalharem realizando seus próprios seus sonhos que é construir seu próprio site e o mantê-lo? Mas também posso perguntar quantos desses o traíram.

Espalhada por essa net ele tem deixado sua marca corcel negro®) em muitos trabalhos perfeitos, minuciosos, criativos, verdadeiras obras de arte e lógico, com os requisitos propostos pelas pessoas para as quais trabalha.

Ah, e quando entrega um trabalho, é sempre um amigo a mais que fica em sua lista, pois facilmente os conquista. É sempre assim; uma soma de profissionalismo e lealdade, o que dá margem a credibilidade e conseqüentemente uma nova amizade.

Como é teimoso e sabe quando está certo, desenvolveu uma técnica que é; maravilhoso, você tem razão; assim ele jamais discute a idéia, apenas realiza. 

Como amigo ele é 10. Comigo ele é? (rs)

Eu diria que ele tem um milhão de amigos; seja, ele é amigo de um milhão, mas muitas foram as decepções dos que, como alunos, quiseram superar o mestre e acabaram tentando passar-lhe rasteira, o que dificilmente consegue. Ninguém consegue tirar o conteúdo do outro, pode ‘copiar’ apenas. E tranqüilo,  esse bravo corcel segue sua caminhada, deixando quem quiser pensar que o está enganando. Não perdendo seu precioso tempo com coisas menores e é sorrindo para a vida que vai ao encontro de sua linha de chegada. 

O que eu sou dele?

Uma aluna que não tem medo de cara feia, que teima em aprender e que teve no seu site Phoenix, a escola do pouco que sabe. Com ele aprendi os princípios básicos da fidelidade na net, fui incentivada a escrever (quando não está bom ele dá nota 0... rs), apurei meu lado musical, desenvolvi um pouco a arte de formatar emails, agora HTML e estou aprendendo a fazer mids, o que tem sido uma luta constante, faço, refaço e aí sim, a luta é minha para me aprimorar pois chegar aos pés dele nessa área é tentar chover no molhado, quero pelo menos chegar ao chão que ele pisa ao fazer suas mids. 

Corcel negro, Alexandre, você foi meu grande exemplo durante esse ano e por isso essa homenagem, claro que aproveitei só o lado bom(rs), o ruim, prestaremos contas depois.

Parabéns por ser esse cara doa o coração, ao mesmo tempo que doa arte, que planta sorrisos, e por não se negar nunca a enxugar as lágrimas de alguém. Sempre acertamos em algumas decisões como escorregamos em outras e é através dos erros que aprendemos, mas não permita jamais que uma decepção mude o profissional/amigo que você é, isso é uma característica só sua.
Sou sua Fã, ‘fessor’! 

Para que testemunhem o que falei, vou deixar um endereço para que constatem. Dêem uma passadinha por lá, vão gostar.

http://www.phoenix.voice.nom.br

O cara á bom mesmo(rs), apesar dele ser do tempo em que " “Espero que você aprenda, e não que erre e apresente desculpas"

Saia você também plantando suas sementes, faça como esse corcel que não veio ao mundo apenas para ser mais um. Seja exemplo de alguém, quem sabe o meu?

Por Fanete Costa


                                    

É proibida a reprodução total ou parcial do material contido
neste site sem a expressa autorização do autor.
Copyright©2012, Fanete Costa

Designer Fanete Costa                                                      Webmaster corcel negro.®